6/11/2012

Postado por em Wordpress | Nenhum Comentário

Como selecionar o Tema Perfeito do WordPress para o seu Blog

Como selecionar o Tema Perfeito do WordPress para o seu Blog

 

 

Você acha que para encontrar o melhor tema para o seu WordPress basta pesquisar no Google?

Eu lamento, mas o que tenho para lhe dizer é que não!

Os temas livres não são bons e você deve evitá-los.

 

Um dos principais motivos é porque a maioria dos temas livres WordPress possui algum tipo de código estranho em suas estruturas, geralmente na seção de footer. O código é criptografado, e, muitas vezes, o tema deixa de funcionar se você tentar removê-lo. Além disso, você não tem nenhuma pista sobre o que está realmente no código até que você consiga decifrá-lo. Para que você entenda melhor, como um desenvolvedor, designer, ou, simplesmente, proprietário de um site, você nunca irá querer ter qualquer código desconhecido em seu site.

 

Então, quais são as soluções para substituir os temas livres WordPress?

Vamos ver abaixo 3 opções:

  • Você pode ter o tema desenvolvido por alguém em um acordo de contrato.
  • Você pode desenvolver e criar o design de um tema em cima de um tema popular (e criar o design também).
  • Você pode comprar um tema Premium.

 

O que um tema precisa ter?

Cada site tem a sua própria finalidade, e isso afeta diretamente com o tipo de tema que deve ser utilizado.

 

O WordPress foi originalmente projetado para trabalhar com blogs de texto tradicionais, mas ao longo dos anos este fim evoluiu para algo muito mais amplo. Hoje em dia, o WordPress pode executar com êxito quase qualquer tipo de web site. Algumas aplicações possíveis incluem:

  • Blogs de vídeo: esta é uma nova forma no mundo dos blogs. Todos os dias há mais e mais blogueiros que apresentam exclusivamente o seu conteúdo através de vídeo.
  • Blogs de fotos: Esses blogs são populares entre fotógrafos e designers que querem mostrar seu trabalho.
  • Revistas on-line: Estes sites são criados em torno da ideia de publicar notícias de um determinado campo, muitas vezes junto com uma imagem descritiva para acompanhar o conteúdo do texto.
  • Sites de negócios: Estes sites são de propriedade de todos os tipos de profissionais liberais, como dentistas, consultores, professores… e muito mais!
  • Blogs tradicionais: Estes são executados por pessoas que querem compartilhar seus próprios artigos.
  • Sites corporativos: as grandes empresas têm uma ideia um pouco diferente do que um bom site deve conter, e é por isso que o estilo corporativo deslanchou.
  • Software / app / sites de produtos: Alguns negócios são construídos em torno de um determinado produto. Os sites de tais empresas tendem a se concentrar no produto, em vez do próprio negócio.
  • Pequenos sites para médias empresas: Essas empresas muitas vezes têm dificuldade para escolher um projeto de site. O estilo corporativo é muito utilizado por elas tanto para produtos e serviços, mas para este último esse tipo de site não parece se encaixar muito bem.
  • Do mundo real para sites de empresas locais: Este tipo de site é voltado para todos os tipos de empresas físicas, como hotéis, restaurantes, galerias, shoppings, ou seja, para todos os negócios físicos imagináveis.

 

Há provavelmente dezenas de outros tipos de sites que o WordPress pode desenvolver, mas esses tipos já mostram boas ideias.

Para determinar a cara do seu site é preciso definir a sua finalidade, suas metas específicas e fazer com que o seu design possa refletir seus objetivos.

Somente após decidir o que é e o que não é importante para o seu site, você poderá começar a procurar um tema.

 

As características mais importantes de um tema WordPress

Um tema WordPress pode lhe proporcionar milhares de recursos personalizados, mas vamos nos concentrar nos detalhes essenciais para uma base inicial.

 

Preços e licença – Este é provavelmente o fator mais importante a considerar quando você está escolhendo um tema. É preciso saber que você deverá reservar um orçamento para isso e levar em consideração alguns pontos, como:

  • Será que a licença que você está prestes a ter permite que você use o tema em mais de um site?
  • Você recebe suporte gratuito?
  • Você obtém os arquivos PSD?
  • Você recebe os arquivos de origem?
  • Você começa quaisquer bônus adicionais?

 

Estrutura de SEO – Não importa o que outros donos de sites dizem, SEO ainda é, e continuará a ser, um elemento muito importante para conseguir popularidade na internet.

Se você está pensando em fazer qualquer tipo de trabalho de SEO em torno de seu site, saiba que o tema é essencial para isso.

Como você pode descobrir se um tema é amigável para SEO ou não?

Infelizmente, você não pode saber ao certo até que você comece a trabalhar com um determinado tema. No entanto, você deve analisar:

  • Existe a capacidade de definir os títulos e descrições de cada post e página individualmente (incluindo a página principal)?
  • O tema usa títulos <h>?
  • As categorias e tags são visíveis?
  • O layout é limpo e simples?
  • Os temas principais possuem apoio de plugins de SEO?

 

Compatibilidade com todos os navegadores – Essa é uma característica muito importante quando você está selecionando um tema, pois seus visitantes podem usar uma variedade de navegadores e dispositivos para acessar seu site.

 

Projeto customizável – Seu novo tema não deve forçá-lo a manter o layout padrão. Geralmente é difícil encontrar um tema que se adapta às suas necessidades. Alterações como a mudança para um layout de duas barras lateral, ou mover barras laterais da esquerda para a direita deve estar disponível dentro de um bom tema.

 

Diferentes esquemas de cores disponíveis – Todo site precisa de uma identidade de marca ou algum outro ponto de diferenciação. O logotipo é um exemplo disso, de modo que o tema deve seguir a mesma direção e estar em sintonia com o logotipo.

Não há maneira mais fácil de manter tudo em sintonia do que simplesmente mudando o esquema de cores do seu tema. Bons temas devem ter um par de esquemas de cores predefinidos.

 

Cabeçalho facilmente personalizável – Sempre que alguém recebe um novo tema, o cabeçalho é sempre o primeiro lugar onde qualquer tipo de personalização acontece. Todo mundo quer incluir o seu próprio logo, o seu próprio menu, ou uma faixa de anúncio.

Cabeçalhos customizáveis ??são essenciais para cada tema. Se o tema que você está considerando não suporta isso, vai ser muito demorado para você fazer qualquer tipo de modificações à mão (ou seja, trabalhando com código HTML e PHP).

 

Widget prontos para áreas – Widgets são pequenos blocos de conteúdo que você pode incluir em diversas áreas da estrutura do seu blog. O local mais comum para encontrar widgets é a barra lateral, mas isso não é uma regra. Cada tema de qualidade tem um número de Widget prontos em áreas pré-definidas dentro da sua estrutura. Essas áreas não são apenas uma forma de um espaço reservado, mas na maioria dos casos, eles são definidos com a formatação personalizada e estilo também.

Os usos mais comuns de widgets são:

  • exibindo o seu fluxo de Twitter e outros ícones de redes sociais
  • exibindo comentários recentes
  • oferecendo um campo de pesquisa adicional
  • mostrando categorias e tags
  • listando as mensagens recentes
  • mostrando mensagens populares
  • exibir links para os arquivos
  • exibindo anúncios, menus adicionais, e assim por diante.

 

Apoio homepage personalizada – Para um blog tradicional, a homepage é simplesmente uma lista de posts recentes e isso ainda é a configuração padrão do WordPress. Mas, atualmente existem muitos recursos na plataforma WordPress e essa forma padrão não é a solução ideal para quase nenhum blog.

A maioria dos temas de qualidade permite que você crie uma homepage personalizada e escolha os elementos individuais que deseja colocar sobre ela.

 

Vídeo e imagem amigável – Todos os blogs do WordPress podem exibir vídeos e imagens. No entanto, alguns temas podem tornar o trabalho com multimídia muito mais fácil.

Por exemplo, se você quiser incorporar um vídeo do Youtube em um tema WordPress padrão, você tem que ir para o YouTube, clique em Compartilhar, clicar em Embedar, pegar o código embed, voltar para o seu blog, mudar para o editor de HTML e, finalmente, colar o código embed onde você quiser.

Mas, você pode escolher um tema que serve especificamente para esses tipos de conteúdos para facilitar esse uso.

 

Integração com a mídia social – As mídias sociais e todas as suas formas são muito populares atualmente. Todo mundo tem uma conta no Twitter ou Facebook, se não dezenas de outros perfis. Assim, precisamos de temas de qualidade para seguir essa tendência e oferecer alguma forma de integração de mídia social.

 

O efeito “UAU”

O tema escolhido precisa fazer com que você expresse o termo “uau” para que você tenha certeza de que visualmente ele realmente é interessante e lhe agrada. Mas, lembre-se que a aparência em si não é suficiente para tornar um tema perfeito, pois existem outras considerações importantes como as que acabamos de ver.

 

Um tema não pode ser usado em demasia

A popularidade é uma coisa engraçada quando se trata de temas do WordPress. Por um lado, é ótimo começar com um tema popular, porque você sabe que é um produto de qualidade. Mas, por outro lado, se muitas pessoas estão usando o mesmo tema, em seguida, ele perde toda a sua singularidade, e isso pode tornar a marca mais difícil.

 

Comentários são importantes

Dependendo da popularidade de um tema, você pode ser capaz de encontrar algumas opiniões dos clientes, ou mesmo opiniões profissionais para ajudá-lo a decidir se comprar o tema realmente vale a pena. Pesquise no Google sobre o tema que deseja comprar e veja os comentários.

 

Manual e suporte

Quando compramos uma máquina de lavar recebemos um manual de instruções e com os produtos digitais não deve ser diferente.

Não escolha um tema que não possua manual ou suporte. Isso pode ser bom quando você recebe um tema de graça, mas quando você está pagando, não é aceitável.

 

Atualização da última versão WordPress

Eu não estou dizendo que cada nova versão do WordPress é completamente diferente da anterior, mas algumas coisas mudam, e você precisa se certificar de que o tema implementa todas as novas funcionalidades e características interessantes da plataforma. Então, quando você estiver comprando um tema, veja se ele foi atualizado recentemente e se é compatível com a nova versão do WordPress.

 

 

Quer aprender a criar um blog profissional?

Então, acesse: http://comomontarumblog.com/

 

Sucesso Agora,

Fernando Augusto


Comentários

comentário(s)