19/11/2015

Postado por em Dicas | Nenhum Comentário

Como usar a MaltoDextrina

O que é maltodextrina e o que ela faz

Maltodextrina é um carboidrato complexo, proveniente da conversão enzimática do Amido do Milho. Sua absorção pelo organismo é gradativa e lenta, pois contém polímeros de dextrose. Estes polímeros acabam sendo metabolizados lentamente, o que faz com que ela forneça energia durante uma atividade física que necessita de resistência e de longa duração, pois ela vai liberando a glicose gradualmente no sangue.

É um tipo de carboidrato que se desenvolve a partir da quebra das moléculas do amido com a adição de água. Formam-se então os polímeros de glicose que, quando ingeridos, elevam as taxas de insulina formando o tão conhecido Pico de Insulina na corrente sanguínea. Esses polímeros conseguem ser rapidamente absorvidos pelo organismo, sendo ideal para quem está entrando em fadiga. Diariamente, nós precisamos de cerca de 60% de carboidratos na nossa dieta para não precisar desviar a proteína da sua função principal: fornecer energia para as atividades físicas e auxiliar na construção muscular. Exatamente por esses motivos que esse carboidrato complexo e de elevado índice glicêmico é tão consumido por praticantes de musculação e por corredores profissionais.

Os benefícios da Maltodextrina

A maltodextrina não é ideal apenas para os praticantes de musculação. Quem pratica corrida ou outros esportes como tênis ou natação pode fazer dessa substância um grande aliado. Ela é ideal para manter os níveis de glicose no sangue na medida certa durante um grande espaço de tempo evitando problemas como a hipoglicemia. Uma queda da glicose pode desencadear uma série de problemas no organismo como a hipotensão arterial.

Para quem pratica exercícios resistidos como a musculação, a maltodextrina é indicada para evitar que a proteína localizada nos músculos seja quebrada para ser utilizada como fonte de energia. Por isso, quem pratica esse tipo de exercício deve ingerir este carboidrato logo após os treinos para evitar que ocorra ainda maior degradação da fibra muscular. Você pode associar a maltodextrina a um Whey Protein, pois o carboidrato auxilia a proteína a entrar na célula e ser utilizada por ela para a construção e reparação dos músculos.

Melhor tomar no pré-treino ou no pós-treino? 

Há divergências quanto a essa questão, e não há uma resposta unânime. Os que defendem que ela deve ser consumida no pré-treino, recomendam que ela deve ser ingerida com até 1 hora de antecedência, pois como a energia que ela vai liberando é gradual de nada adianta tomar pouco antes do treino, pois o atleta não terá tempo para aproveitar toda a energia que ingeriu.

Já o grupo que indica o seu consumo no pós-treino explica que ela repõe todo o carboidrato gasto na atividade física e quebra o efeito catabólico (a perda da massa magra) e ajuda na recuperação muscular. Há ainda, nutricionistas que sugerem a ingestão da Maltodextrina durante o exercício aeróbico, como é o caso da nutricionista Patricia Gathas, que é responsável pela nutrição de tenistas, dependendo do caso do atleta, ela recomenda que tomem Maltodextrina durante o treino e ainda acrescentem sal e açúcar, para que seja consumida como se fosse um soro.

Porém como não há um consenso geral, o ideal é consultar um nutricionista que vai indicar a melhor fase para a ingestão da Malto. Com relação a quantidade a ser consumida, muitos seguem o descrito nas embalagens do produto, porém o desejável é ir de acordo com o seu peso e tipo de atividade.

Cupom de desconto somente aqui: 15% utilizando o código: SUPLEMENTO15

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR A MELHOR MALTODEXTRINA DA MARCA PROBIOTICA

mega-maltodextrin-1-kg-sabor-laranja-probiotica-img

UTILIZE O CÓDIGO NA HORA DA COMPRA: SUPLEMENTO15 E GANHE 15% DE DESCONTO


Comentários

comentário(s)